Alem do que se vê

sexta-feira, 6 de agosto de 2010





Nem tão longe que eu não possa ver...
...nem tão perto que eu possa tocar

Nenhum comentário:

Postar um comentário